sábado, 14 de março de 2009

Prefeitura de Campos tem 72 horas para explicar sobre concurso do PSF

A Prefeita Rosinha Garotinho, através de sua procuradoria geral, tem 72 horas para explicar se cumpriu a decisão da Justiça Federal sobre a realização do concurso público do Programa de Saúde da Família -PSF-. O pedido é do juiz da 1ª Vara Federal, Fabrício Antônio Soares. É bom lembrar, que o concurso do PSF foi realizado no final do ano passado, pelo ex-prefeito Alessandre Mocaiber, cumprindo a determinação da Justiça Federal. O processo de seleção atraiu cerca de 35 mil candidatos que concorriam as 740 vagas oferecidas. A prova chegou a ser marcada para novembro, mas foi suspensa na véspera por uma ação do ex-vereador Edson Batista, pegando de supresa milhares de candidatos que vieram de dezenas de estados. O IPDEP recorreu e a prova finalmente foi aplicada no dia 28 de dezembro. Já na véspera da prefeita Rosinha Garotinho assumir o governo, afirmou que não iria homologar, alegando falta de recursos. Agora o juiz Fabrício Antônio Saores deu um prazo de 72 horas, que encerra na próxima semana, para a prefeita se explicar. Os candidatos aguardam o resultado desse concurso.

2 comentários:

Uma das Patetas do Brasil disse...

Que tudo venha à Luz.

QUanto ao 'Protecionismo", biblicamente falando, quando tentamos nos proteger muito acabamos perdendo...
Ou doamos e teremos mais ou retemos e secaremos.

Anônimo disse...

Que a justiça seja feita em nome de tanto que buscam a paz e a segurança de manter sua família com dignidade.